Por que COproduções?

       Coprodução significa literalmente criar em parceria, fazer junto, então nada melhor do que uma empresa que leva isso a sério e entende que não dá pra crescer trabalhando com arte e cultura se você não puder contar com seus parceiros. É claro, existem muitas formas de fazer isso, algumas coproduções são duradouras, outras são pontuais como um feat em uma música.

    Existem muitas vantagens nas parcerias, quando unimos pessoas/equipes podemos facilitar muito a realização de projetos misturando os recursos que cada um já possui, seja acesso a espaços, equipamentos, experiência, contatos, mais divulgação nas mídias. E uma coisa é fato, toda vez que trabalhamos em parceria criamos coisas que não faríamos sozinhos, unir pessoas pode não ser fácil 100% das vezes, mas resulta em experiências incríveis!       

Camila Oliveira já atuava como artista e produtora junto ao NEPARC desde 2013, e em 2017 iniciou a COproduções Culturais e Artísticas,  com o objetivo de ajudar artistas a realizarem seus projetos, encontrando juntos caminhos e soluções para colocar suas ideias em movimento através da elaboração e gestão de projetos culturais, criação de identidade visual e divulgação para projetos, gerenciamento de LIVES e organização de eventos.

       E se com o NEPARC a relação sempre foi de parceria intensa, na COproduções não seria diferente, por aqui não temos clientes, temos parceiros e cada projeto é uma coprodução em que nos envolvemos completamente para possibilitar a melhor experiência possível. ​Porque arte e cultura não se faz sozinho. 

Já são 5 anos de realizações!

2021

2020

2019

2018

2017

- Agenda aberta para novos projetos

- O projeto Dança do Ventre Online segue crescendo;

- Execução dos projetos aprovados pela  Lei Aldir Blanc;

- Produção técnica para o projeto Ñ Presencial + face-a-face;

- Contemplada em primeiro lugar na categoria Dança pelo Prêmio Funarte Descentrarte para realização da Residência Artística Planta Baixa;

- Criação do projeto Dança do Ventre Online;

- Assistência de produção para a Residência Coreográfica On_Line;

- Projeto aprovado na Lei Aldir Blanc Viçosa para produção da série de aulas Conhecendo a Dança do Ventre;

- Produção do trabalho SObre Cogumelos e Goiabas, selecionado no Dança em Trânsito 2020;

- Projetos aprovados para prêmios de Pesquisas Artístico-culturais da Secult-MG pela  Lei Aldir Blanc;

- Produção junto ao NEPARC de Residências Artísticas em Viçosa com Vanilton Lakka (UFU-MG), Mickael Veloso (RJ), Eduardo Torroja (Espanha/Bélgica);

- Camila Oliveira integrou a equipe de construção e curadoria do edital Curto-Circuito ArtCulAção;

- Projetos aprovados no Inverno Cultural de São João del-Rei  e Festival de Inverno de Ouro Preto;

- Produção do XI Simpósio Internacional de Dança em Cadeira de Rodas junto ao Curso de Dança da UFV;

- Produção local para o espetáculo "E a cor a gente imagina";

- A parceria com o NEPARC seguiu firme e forte;

- Produção local para o projeto "Habitar a Cidade com MONO-BLOCOS” de Vanilton Lakka.