Portfólio x Currículo?

Em algum momento você vai precisar de um desses, ou dos dois isso é certo. Mas vamos começar bem do início aqui, primeiro precisamos entender o que é, para depois saber como fazer e qual fazer, certo?


Pelo significado da palavra, o portfólio é um agrupamento, uma coleção, uma pasta, um conjunto que pode ser de diversas coisas, mas quando falamos de um portfólio artístico pensamos nele como o material que organiza e apresenta as produções de um artista, as obras que ele criou. Ah, mas então é igual ao currículo? Não. O seu currículo fala sobre a sua formação, sua qualificação profissional e suas experiências de trabalho, o que pode incluir a apresentação de suas obras em galerias, festivais, teatros, etc. Mas não fala das obras em si, fala de onde elas foram apresentadas.

Conseguiu pegar a diferença? Então vamos de exemplo:

  • O currículo contém informações como:

Meu nome, minha formação, se tenho graduação, pós graduação, se fiz cursos livres, minha formação artística (formal ou não), com quem aprendi a fazer o que faço e uma listagem dos lugares em que trabalhei e as funções que desempenhei. Existem formatos mais acadêmicos, como o Currículo Lattes, formatos mais resumidos para apresentar em uma empresa, o famoso currículo de uma página, e formatos mais artísticos e criativos. Minha dica, o melhor formato depende de quem vai receber o seu currículo.

  • Já o portfólio vai conter:

Uma breve apresentação do artista (bem resumida mesmo) seguida dos trabalhos que ele já criou, e informações sobre esses trabalhos. Nome, release, ficha técnica, imagens do trabalho, prêmios recebidos, aqui as opções são várias. No portfólio temos ainda mais espaço para criatividade, a forma como você quer apresentar seus trabalhos é uma decisão sua, tem a ver com a estética e o tema de criação dos seus trabalhos. Ele pode ser mais "tradicional" como uma lista de tudo que você já fez em ordem cronológica, ou pode ser organizado por temática, por tipo de material usado, por formato de obra, as opções são tantas e talvez por isso sua construção gera tantas dúvidas.


Mas também temos coisas em comum para falar sobre esses dois. Entenda que os dois te apresentam profissionalmente, um é sobre você, o outro sobre suas obras. Eles carregam suas características e o formato deles diz muito sobre sua forma de agir e pensar. Eles contam sobre sua organização, sua preocupação estética com tudo que produz (seu currículo e seu portfólio também são obras que você vai criar) se sabe priorizar informações, se é conciso ou não, se tem clareza para apresentar as informações. E o formato que você escolhe pode te ajudar a destacar seus pontos fortes ou não. Por isso não há um formato padrão que atenda a todos, o que existem são informações "padrão" que se espera encontrar e a forma como você escolhe se apresentar e apresentar suas produções. Seu currículo e portfólio pode ser uma pasta com tudo impresso, pode ser um documento digital, pode ser uma página online, pode ser uma lista, pode ser interativo, pode ser muitas coisas, depende de você.


Ainda não sabe por onde começar? Deixa sua dúvida aqui nos comentários!

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo